Negociador e Mediador sindical

Antonio Garcia Eloy - Negociador Sindical do SINDBORJ
Antonio Garcia Eloy - Negociador Sindical do SINDBORJ
O sindicalismo brasileiro demanda uma modificação na sua estrutura e atuação, até porque o modelo de sociedade que serviu de referência ao movimento sindical nos séculos 19 e 20 foi completa e profundamente alterado pelo aumento de intercâmbios, na diversidade de qualificações e especializações do trabalho, no constante surgimento de novas formas de comunicação, no aumento do desemprego e na inoperância do Estado em importantes questões sociais. A modificação do paradigma da estrutura sindical brasileira representa uma preliminar necessária para que os sindicatos, que são associações privadas, tenham atuação e importância que o sindicato moderno possui no mundo diante de tantas transformações.
Diante destas transformações e do número expressivo de demandas trabalhistas consequência de uma séria crise econômica e política que atinge o país, o SINDBORJ pretende juntamente com a FIRJAN, robustecer as atividades de NEGOCIAR, MEDIAR e INOVAR.
O cenário atual do país aponta para o aumento de 9% no atraso dos salários, 12,2% no índice de desemprego e 36% na desorganização financeira das pessoas físicas e jurídicas. Dentro desse ambiente de insegurança e fragilidade, a Negociação, a Mediação e a proposição de medidas inovadoras darão celeridade às negociações a um custo bastante reduzido em relação ao Judiciário, com soluções efetivas para os eventuais conflitos e desacordos entre as partes envolvidas.
Agora no SINDBORJ as negociações trabalhistas através da convenção e/ou acordos e mediações são feitas por uma equipe treinada e especializada num departamento terceirizado do sindicato, sob a supervisão de um negociador com experiência comprovada e sempre sob a supervisão de nosso presidente Marcello T. Ramos.
A Mediação é um procedimento de negociação conduzido por um terceiro imparcial, o mediador, que facilitará a comunicação entre os envolvidos em um conflito por meio de técnicas de comunicação e negociação. Neste particular entendemos que deverá ser observado e melhor desenvolvido o papel do NIC, que já funciona com o apoio do SIMPERJ. Gerenciamento, negociação e resolução de conflitos, para prevenir ou encerrar ações judiciais longas, custosas e com resultado incerto através de soluções consensuais e eficientes serão nosso objetivo primordial.

Ofereceremos soluções criativas através de um desenho de sistemas para soluções de conflitos e serviços voltados à melhoria da cadeia de relacionamentos estabelecida entre nossos associados e seus empregados.